Coordenador do CEOSP participa de reunião de Planejamento Estratégico em Ilhéus e Itabuna

Iniciativas previstas no Plano Estratégico lançado pelo Ministério Público estadual no ano de 2011 para execução até o ano de 2023 foram revisadas ontem e hoje, dias 07 e 08, por promotores de Justiça que atuam em comarcas que integram as Promotorias de Justiça Regionais de Ilhéus e Itabuna. Eles participaram do ‘Encontro Regional para Atualização do Plano Estratégico’, que aconteceu em Ilhéus, com a participação da procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado. “Este é um momento de revisão do Plano e eleição de prioridades”, destacou a PGJ, salientando que o trabalho está muito atrelado ao sentir de cada promotor de Justiça na sua vivência. “O promotor conhece bem a realidade social local e as necessidades da população e pode ajudar a instituição a priorizar a atuação em cada área”, ressaltou Ediene Lousado. Ela frisou que a eleição de prioridades possibilita a aplicação de recursos de forma racional em cada área de atuação do MP. Também lembrou que “é preciso organizar cada vez mais a atuação, traçar os objetivos e definir iniciativas institucionais de forma associada com as necessidades da população. Somos prestadores de serviço público e devemos observar o que a sociedade precisa”.

O modelo desenvolvido pela Coordenadoria de Gestão Estratégica (CGE) para atualização do Plano foi apresentado aos participantes da reunião pelo promotor de Justiça Fábio Velloso. Coordenador da CGE, ele explicou que a ideia dos encontros é colher contribuições, pois a revisita ao plano é uma construção coletiva. “A nossa instituição tem funções múltiplas e uma atuação crescente que exige atualização permanente”, registrou ele. A procuradora-geral de Justiça Adjunta, Sara Mandra Rusciolelli, participou do encontro e agradeceu a presença dos promotores da região. O corregedor-geral do MP, procurador de Justiça Zuval Gonçalves, e a chefe de Gabinete da Corregedoria-Geral, procuradora de Justiça Elna Leite, também prestigiaram o encontro. O Plano Estratégico do MPBA possui 18 objetivos estratégicos, 90 estratégias e 405 iniciativas estratégias, que estão sendo revisadas nos encontros regionais. Ilhéus sediou o terceiro encontro.
 

Também participaram das atividades o secretário-geral Paulo Gomes; o chefe de Gabinete, Marcelo Guedes; os coordenadores dos Centros de Apoio da Criança e Adolescente (Caoca), Marly Barreto; Saúde (Cesau), Rogério Queiroz; Direitos Humanos (Caodh), Márcia Teixeira; Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp), Geder Gomes; Moralidade Administrativa (Caopam), Luciano Taques; além do superintendente de Gestão Administrativa, Frederico Silveira, e servidores da CGE, Superintendência, Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) e Central Integrada de Comunicação Social (Cecom). Todos assistiram ainda a uma palestra realizada pelo consultor da Prospecta Treinamentos, Paulo Emílio, que falou sobre ‘A caça ao tesouro da competência’ e ressaltou a importância da descoberta do propósito, do engajamento e do trabalho em equipe para uma boa execução de tarefas e alcance de resultados.

Demandas regionais

Ainda na manhã de hoje, a procuradora-geral se colocou à disposição para ouvir as demandas e elucidar possíveis dúvidas dos promotores de Justiça. Foram abordados diversos assuntos, dentre eles a necessidade de investimento em recursos humanos e materiais da instituição. Ediene Lousado aproveitou a oportunidade para lembrar que a participação do MP em 1% das taxas judiciárias garantirá avanços. Os recursos servirão para melhorias na infraestrutura física e tecnológica da instituição, inauguração de novas sedes e início de muitas obras, afirmou. Ela lembou ainda que o corpo de servidores será reforçado com a nomeação de assessores técnico-jurídicos de Promotoria, que darão importante contribuição às atividades desenvolvidas pelos membros. A PGJ informou que o trabalho de identificação das Promotorias de Justiça que serão priorizadas, com base em critérios objetivos, está sendo realizado. “Vamos continuar trabalhando para que a Instituição seja cada vez mais forte”, frisou.

Cecom/MP – Telefones: (71) 3103-0446 / 0449 / 0448 / 0499 / 6502